Matriculas Abertas - Capacitação de Cuidadores de Idosos
 O envelhecimento da população, além de estatisticamente comprovado por dados dos últimos sensos demográficos, é uma realidade sentida na vivência diária dos planos de saúde, especialmente no aspecto que tange aos custos da assistência médica deste grupo populacional.

A população mundial, de um modo geral, está envelhecendo e o Brasil caminha neste mesmo sentido. Temos hoje cerca de 13 milhões (7,8%) de idosos e as projeções demográficas apontam que alcançaremos mais de 30 milhões de pessoas com 60 anos de idade ou mais em 2025 (15%). A expectativa de vida ao nascer, que era de 33,7 anos na década de 40, alcançou em 2000 o patamar de 68 anos para homens e 72 para mulheres.

Acrescido ao fato de que o envelhecimento é um processo complexo, multideterminado, que envolve dimensões biológicas, psicológicas e sócio-culturais que afetam o estilo e forma do envelhecer humano, observa-se que esta transição demográfica trará em seu bojo o aumento das doenças crônico-degenerativas com suas conseqüências inevitáveis, causando limitações nesses idosos, que passarão a necessitar de ajuda, temporária ou permanente, para suas atividades de vida diária.

No entanto, as pessoas que são designadas à prestar tais cuidados, sejam familiares ou contratados, a maioria das vezes não está preparada para tal tarefa, o que pode dificultar o restabelecimento do idoso ou até mesmo causar piora na sua evolução, trazendo desgaste e stress intenso para ambos, paciente e cuidador, com conseqüências danosas.

O CUIDADOR

A atenção à saúde de pessoas idosas exige um conhecimento sobre as alterações decorrentes do processo de envelhecimento normal, sobre as doenças crônicas típicas dessa etapa do ciclo de vida e, principalmente, das situações que permeiam as síndromes geriátricas, assim como a compreensão do contexto psicológico e da dinâmica familiar.

O envelhecimento quando acompanhado de limitações funcionais gera uma demanda de cuidados em várias áreas, que precisam ser abordados por profissionais habilitados a reconhecer os distúrbios típicos das doenças ligadas ao envelhecimento e munidos de arsenal terapêutico efetivo, garantindo um melhor atendimento e qualidade de vida ao idoso.

Entende-se por cuidador, pessoas que cuidam de bebês, crianças, jovens e adultos, a partir de objetivos estabelecidos por instituições especializadas ou pelos responsáveis diretos, zelando pelo bem-estar, saúde, alimentação, higiene pessoal, educação, cultura e recreação da pessoa atendida.

Trata-se de profissão reconhecida e inserida na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego com o Código 5162-10 (Cuidador de pessoas idosas e dependentes e Cuidador de idosos institucional). Esta capacitação é exigida aos profissionais que trabalham em Instituições de Longa Permanência para idosos.

O Cuidador, seja ele familiar ou profissional contratado, é peça fundamental na difícil tarefa de proporcionar um envelhecimento mais saudável e com menor comprometimento funcional.

A capacitação dos cuidadores de idosos tem, portanto, papel fundamental quando se fala em promoção de saúde e ação profilática, trazendo, seguramente, repercussões positivas, evitando-se internações e diminuindo o custo saúde deste pacientes.

CAMPO DE ATUAÇÃO: Residência, Casa de repouso ou Instituições asilares, Centro de convivências, viagens, Empresas de Home Care e entre outros.

CARGA HORÁRIA: 120 Horas
PROFESSORES: Médicos, Psicólogos, Fonoaudiólogos, Terapeutas e Enfermeiros.

* PROGRAMAÇÃO DO CURSO *

* Aspectos Introdutórios: Apresentação do Curso e sua Importância, O Envelhecimento Populacional, Fisiologia do Envelhecimento.

* Aspectos da Fisioterapia: Afecções Pulmonares, Acidente Vascular Cerebral - AVC
Atividade Física na Terceira Idade, Doença de Parkinson, Osteoporose, Posicionamento Terapêutico e Transferências, Incontinência Urinária, Quedas, Síndrome da Imobilização
Fraturas de Quadril.

* Aspectos da Enfermagem: Objetivos Gerais da Enfermagem ao Cuidar dos Pacientes Idosos, Alterações na Pele, Cuidados Gerais com a Higiene, Vestuário, Ambiente Ulcerar de Pressão ou Escaras, Sinais de Alerta, Emergências no Domicílio, Uso de Medicamentos.

* Aspectos do Serviço Social: O Envelhecimento Social, A Família do Idoso. A Violência e Maus Tratos, Os Direitos da Pessoa Idosa, As Modalidades de Atenção ao Idoso.

* Aspectos da Fonoaudiologia: As Principais Alterações Decorrentes da Idade, Estratégias para Melhorar a Comunicação com o Paciente Idoso.

* Aspectos da Nutrição: Pirâmide Adaptada para Idosos, Tipos de Dietas, O Idoso diabético, Diabetes e Hipertensão.

* Aspectos da Psicologia: A Sexualidade na Terceira Idade, Depressão, Infecção por HIV, em Idosos, O Idoso em Fase Terminal, Cuidados Paliativos, A Morte e o Luto, Espiritualidade e Religiosidade, Cuidados com Aquele que Cuida – Promoção de Saúde do Cuidador.

* Aspectos da Terapia Ocupacional: Atividades de Vida Diária, Adaptações para Ajudar o Idoso, Memória, Demências, Lidando com Distúrbios de Comportamento, Lazer e Ocupação do Tempo Livre.

Matriculas: Fone (49) 3664-3611, Site: http://www.iceu.com.br/inscricao.asp - E-mail: [email protected]
09/10/2018 - Notícias
Mafraweb - Desenvolvimento de sites e soluções web